Criadores de Tabapuã vão participar do Julgamento Zebu a Campo

Criadores de Tabapuã vão participar do Julgamento Zebu a Campo

c80cb4f1-241d-4d74-b1b7-ec3347bccfbe.jpg

O julgamento Zebu a Campo, nova modalidade de julgamento organizada pela ABCZ, que estreará durante a 82ª ExpoZebu, já começou a atrair o interesse dos criadores de zebu de todo o Brasil. Este é o caso do criador da raça Tabapuã, Julio Christian Laure, que expõe seus animais na ExpoZebu há mais de 10 anos. “Além de trazer animais para o julgamento em pista, pretendo trazer alguns animais para participar da primeira edição do Julgamento Zebu a Campo. Acredito que a ideia deste novo julgamento, agregará muito para o dinamismo e visibilidade da raça Tabapuã, pois os animais poderão mostrar suas qualidades de uma maneira mais rústica”, afirma Julio, que tem fazendas em Uberaba/MG, Ribeirão Branco/SP e Padre Paraíso/MG.

Outro interessado em participar desta nova modalidade de julgamento, é o criador Renato Fernandes, que se dedica a seleção da raça tabapuã no município de Veríssimo/MG. “Um ponto positivo deste julgamento é o fato de podermos trazer nossos animais para serem avaliados na ExpoZebu com um custo menor, uma vez que os gastos com nutrição animal e mão de obra especializada para lidar com os animais que participam desta modalidade é menor do que o necessário para os animais que vão para a pista. Acredito que o julgamento Zebu a Campo, possibilitará a participação e interação de um público diferenciado no exposição, atraindo especialmente pequenos e médios criadores de zebu”, diz Renato.

O Julgamento Zebu a Campo será realizado entre os dias 1º e 03 de maio, no Pavilhão Multiuso do Parque Fernando Costa.
As inscrições de animais para o Julgamento a Campo estão abertas e poderão ser feitas até o dia 31 de março. Para mais informações, entre em contato com Lauro Fraga, pelo telefone (34) 3319-3915.
Regulamento

De acordo com o regulamento, que já está disponível no site da ABCZ, podem ser inscritos neste tipo de julgamento trios de animais de uma mesma raça, do sexo masculino ou feminino, de todas as raças zebuínas de aptidão corte, que atendam as seguintes exigências: portadores de registro genealógico nas categorias PO – Puro de Origem, e que estiverem em nome do expositor nos arquivos do SRGRZ; ter pai e mãe com avaliação genética positiva em programas oficiais de melhoramento genético, classificados entre os 50% (cinquenta por cento) superiores, prevalecendo para essa definição o índice adotado pelo programa. Para os machos, serão admitidos exemplares de todas as raças zebuínas de corte, a partir de 20 meses de idade (com andrológico de acordo com regulamento), enquanto as fêmeas deverão ter idade igual ou superior a 22 meses, inclusive para as doadoras de embriões. Para as fêmeas, será apresentado atestado de prenhez positiva, emitido por Médico Veterinário, ou as mesmas a partir de 22 meses deverão se apresentar com cria ao pé, com idade de até 8 (oito) meses.

O regulamento completo desta modalidade de julgamento pode ser conferido no site da ABCZ, através do Link: http://www.abcz.org.br/abczUploads/Arquivos/422.pdf

Fonte: ABCZ
Foto: Jadir Bison 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *