Brazilian Cattle apresenta projeto 2017-2019 para associados

Brazilian Cattle apresenta projeto 2017-2019 para associados

a9b20f0c-58d5-4f4c-bf7c-8287213a27be.jpg

Criadores, associações promocionais e empresas associadas ao Brazilian Cattle conheceram essa semana uma série de ações que será desenvolvida pelo projeto, no triênio 2017-2019. O encontro, realizado em Uberaba (MG), contou ainda com participação de representantes da ApexBrasil, que é parceira da ABCZ no projeto que tem como foco promover exportações de produtos da pecuária brasileira para países tropicais do mundo.

“Essa é a primeira reunião geral do novo projeto Brazilian Cattle. Além de apresentar ações que serão realizadas para abrirmos novos mercados e consolidar aqueles já existentes, estamos tratando algumas particularidades, como a abertura de novos protocolos sanitários, e articulações para intensificar os mercados árabes e do sudeste asiático”, explica Icce Garbellini, gerente de relações internacionais da ABCZ.

Durante o encontro, também foi apresentado ao grupo um balanço de ações e eventos internacionais realizadas nos últimos meses. “A motivação para que os associados participem das ações promovidas e o cuidado que temos na organização desses eventos, é para que todos tenham resultados positivos na geração de negócios. Trabalhamos bastante para isso”, ressaltou Ana Cláudia Mendes de Souza, diretora internacional da ABCZ, durante a apresentação de um relatório referente a participação do projeto em um evento na Bolívia.

Para o supervisor de Agronegócios da ApexBrasil, Laudemir Müller, que participou da reunião, o evento desta quarta-feira é muito importante nesse processo de fomentação das relações internacionais de comércio. “Nós registramos hoje uma exportação de cerca de US$130 milhões por ano, e temos uma satisfação em perceber que conseguimos exportar tanto material genético e gado vivo, como também tudo que está associado ao pacote tecnológico do gado zebuíno. E essas reuniões são muito importantes para mantermos esse ritmo”, ressalta.

A programação que seguiu ao longo de todo o dia, contou ainda com uma videoconferência com Rodrigo Padovani, responsável pelos protocolos sanitários de trânsito animal no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), além de um minicurso de capacitação, desenvolvido pela Câmara Árabe Brasileira, com a finalidade de auxiliar os associados ao Brazilian Cattle sobre como negociar com aquele mercado.

Fonte: ABCZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *