Touros participantes do PNAT são destaques nas avaliações.

Touros participantes do PNAT são destaques nas avaliações.

7d20151a-9547-477a-af58-c2be8657ead2

No final do mês passado, a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu disponibilizou as avaliações genéticas do PMGZ Corte 2021/1 e, entre os dados apresentados, mais uma comprovação da qualidade dos animais participantes do Programa Nacional de Avaliação de Touros Jovens (PNAT), desenvolvido pela ABCZ.  Vale ressaltar que as avaliações genéticas reúnem dados de 15.202.345 animais das raças Brahman, Gir, Guzerá, Indubrasil, Nelore, Sindi e Tabapuã.

Para se ter ideia da qualidade dos animais selecionados pelo PNAT, na raça Brahman dos vinte melhores “Touros de Central” nas avaliações genéticas do PMGZ Corte 2021/1, cinco são touros PNAT. Já na raça Tabapuã, entre os 10 melhores “Touros de Central” no iABCZ, 3 são touros PNAT e dos 20 touros Tabapuã classificados no PNAT, desde a 1ª edição, em 2010, todos os touros possuem AG positiva no PMGZ, ou seja, são classificados em até DECA 5.

“Esse resultado comprova a importância e a eficácia dos trabalhos desenvolvidos pela ABCZ e pelos pecuaristas do nosso país, com foco no melhoramento genético das raças zebuínas”, comemora Rivaldo Machado Borges Júnior, presidente da ABCZ.

Legítimos representantes da genética de altíssima qualidade, os garrotes foram contratados pelas principais centrais para serem trabalhados na coleta e na comercialização de sêmen.

“O PNAT seleciona os melhores reprodutores jovens de rebanhos de todo o país, unindo avaliação genética e o desempenho na prova com avaliação visual para compor o resultado final. Mas o PNAT vai muito além disso. Afinal, o programa também oferece a esse criador participante a possibilidade de distribuir sêmen dos seus touros para todo o país, evidenciando ainda mais a seleção dele, o que poderia ser um pouco mais difícil sem o aporte do programa”, revela Gabriel Garcia Cid, diretor Técnico da ABCZ.

Tabapuã

– Totem FIV RF 4 Irmãs, touro selecionado pelo PNAT em 2014, possui o 4º melhor iABCZ. O touro, de propriedade de Renato Garcia Fernandes, congelou sêmen na Alta Genetics.

– O reprodutor Benedito do Coca, selecionado no PNAT 2018, possui o 6º melhor iABCZ, é DECA 1 e possui iABCZ 21.52. O tourinho, do criador Alderico Pinheiro de Campos, congelou sêmen na Semex.

– O touro Homografo TJG, classificado no PNAT 2018, é o 7º melhor iABCZ. Ele possui  iABCZ 20.79 e é DECA 1. O animal, de propriedade do criatório TJG Agropecuária Ltda., tem doses disponíveis na Alta Genetics.

 

Abaixo os touros PNAT da raça Tabapuã com avaliação genética no sumário PMGZ 2021-1:

 7d20151a-9547-477a-af58-c2be8657ead2

Sobre o PNAT. O PNAT seleciona reprodutores zebuínos registrados com idades entre 18 e 24 meses, com exame andrológico positivo, para avaliação de suas progênies através do PMGZ. O programa conta com a participação de criadores, técnicos e centrais de inseminação na seleção dos melhores indivíduos, e distribui sêmen gratuitamente aos rebanhos colaboradores de propriedades participantes do PMGZ em todo Brasil. Com uma grande quantidade de touros selecionados, o PNAT vem contribuindo para a manutenção da variabilidade genética das populações zebuínas sob seleção. Mais esclarecimentos sobre o PNAT pelos telefones: (34) 3319-3915 / 3319-3880 / 3319-3888.

 

Rebanho colaborador. Como se tornar um?

Por meio de um sistema de livre acesso a todos os criadores participantes do Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), o material genético coletado dos reprodutores classificados pelo PNAT é distribuído gratuitamente para os criatórios cadastrados como ‘rebanhos colaboradores’.

Para fazer parte do time de rebanhos colaboradores é necessário que o criador seja participante do PMGZ Corte (Módulo Completo ou Módulo Simples) e possua número mínimo de 50 matrizes aptas à reprodução. Também é preciso manter em dia a escrituração zootécnica e a transmissão de dados para a ABCZ.

Cada rebanho colaborador tem direito a 30 doses por touro, de no mínimo três reprodutores selecionados. Para se tornar um rebanho colaborador do PNAT e receber gratuitamente as doses de sêmen dos touros participantes, se disponíveis, basta acessar o site da ABCZ, link: http://www.abcz.org.br/pagina/ResultadosPNAT, preencher a ficha e enviar pelo próprio site.

Fonte: ABCZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *